‘Arrastão’ mobiliza servidores da Justiça Federal Rio Branco

A partir de agora, haverá atividades todos os dias, de 13h30 às 15h30

Escrito por: Sisejufe • Publicado em: 14/07/2015 - 19:08 Escrito por: Sisejufe Publicado em: 14/07/2015 - 19:08

Sisejufe

Os servidores da Justiça Federal Rio Branco intensificam a mobilização para aumentar a participação da categoria na greve. Na tarde desta segunda-feira (13/7), eles fizeram um ‘arrastão’ no prédio onde trabalham. A cada andar, em cada vara visitada, o grupo ia ganhando novas adesões. Paulo Esteves, servidor da 3ª VF, pediu aos colegas que deem sua cota de sacrifício neste momento crucial da paralisação. “Os juízes fizeram pressão e conseguiram aumento de salário e auxílio moradia. Nós, servidores, temos que fazer nossa pressão para conseguir o reajuste. Vamos mostrar que esperamos da presidenta Dilma a sanção do PLC 28/15”, afirmou.
 
Valter Nogueira Alves, presidente do Sisejufe, ressaltou que todos devem estar juntos nessa luta. “É importante a participação de cada um de vocês. É desgastante ficar lá em baixo, com poluição, barulho. É mais confortável ficar no ar condicionado. Mas a gente tem que sair da zona de conforto. Não dá para fazer omelete sem quebrar ovos”, disse Valter em uma das varas visitadas.
 
Antes do arrastão, o presidente do sindicato participou de uma reunião com diretores de varas cíveis e foi deliberado que será distribuída uma ata para uniformizar os procedimentos da greve. Os diretores disseram apoiar a proposta do sindicato para motivar a categoria, que é interromper as atividades todos os dias, de 13h30 às 15h30, para ocupar a frente do prédio da JF Rio Branco. Hoje, no primeiro dia da ação, a adesão já foi grande.
 
“É importante que cada um tenha consciência do seu papel nesta luta para que o nosso PCS seja sancionado”, disse a diretora do Sisejufe Maristela de Souza Vicente. “Vamos aprovar o PLC 28/15. O próximo passo será garantir a data-base, que não pode ser aprovada sem primeiro recuperar as perdas inflacionárias do nosso salário”, concluiu Valter Nogueira.
Título: ‘Arrastão’ mobiliza servidores da Justiça Federal Rio Branco, Conteúdo: Os servidores da Justiça Federal Rio Branco intensificam a mobilização para aumentar a participação da categoria na greve. Na tarde desta segunda-feira (13/7), eles fizeram um ‘arrastão’ no prédio onde trabalham. A cada andar, em cada vara visitada, o grupo ia ganhando novas adesões. Paulo Esteves, servidor da 3ª VF, pediu aos colegas que deem sua cota de sacrifício neste momento crucial da paralisação. “Os juízes fizeram pressão e conseguiram aumento de salário e auxílio moradia. Nós, servidores, temos que fazer nossa pressão para conseguir o reajuste. Vamos mostrar que esperamos da presidenta Dilma a sanção do PLC 28/15”, afirmou.   Valter Nogueira Alves, presidente do Sisejufe, ressaltou que todos devem estar juntos nessa luta. “É importante a participação de cada um de vocês. É desgastante ficar lá em baixo, com poluição, barulho. É mais confortável ficar no ar condicionado. Mas a gente tem que sair da zona de conforto. Não dá para fazer omelete sem quebrar ovos”, disse Valter em uma das varas visitadas.   Antes do arrastão, o presidente do sindicato participou de uma reunião com diretores de varas cíveis e foi deliberado que será distribuída uma ata para uniformizar os procedimentos da greve. Os diretores disseram apoiar a proposta do sindicato para motivar a categoria, que é interromper as atividades todos os dias, de 13h30 às 15h30, para ocupar a frente do prédio da JF Rio Branco. Hoje, no primeiro dia da ação, a adesão já foi grande.   “É importante que cada um tenha consciência do seu papel nesta luta para que o nosso PCS seja sancionado”, disse a diretora do Sisejufe Maristela de Souza Vicente. “Vamos aprovar o PLC 28/15. O próximo passo será garantir a data-base, que não pode ser aprovada sem primeiro recuperar as perdas inflacionárias do nosso salário”, concluiu Valter Nogueira.



Informativo CUT RJ

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.