Bancário é reintegrado ao Bradesco em Campos dos Goytacazes

Escrito por: CUT RIO • Publicado em: 19/12/2018 - 16:18 • Última modificação: 19/12/2018 - 16:19 Escrito por: CUT RIO Publicado em: 19/12/2018 - 16:18 Última modificação: 19/12/2018 - 16:19

Arquivo

Demitido em abril deste ano pelo Bradesco, Rodrigo Aquino Moreira de Sá retornou ao trabalho na tarde desta quarta-feira, 19. Ele adquiriu doença ocupacional durante os 19 anos de carreira como bancário e foi reintegrado por meio de ação movida pelo Sindicato dos Bancários de Campos dos Goytacazes e Região (RJ). Rodrigo está de volta à mesma agência onde atuava: a 2850, na Pelinca, um dos centros financeiros de Campos, e também vai exercer o mesmo cargo, o de assistente administrativo.

Formado em administração de empresas, Rodrigo tem 45 anos e dois filhos. Ele conta que foram meses difíceis, mas que é grato por ter recebido o que considera um presente de Natal. "Não podia ter notícia melhor neste fim de ano e agradeço muito ao sindicato, ao jurídico, pelo apoio e pela luta", diz o bancário, que começou a trabalhar no banco espanhol Bilbao Vizcaya (BBV), comprado em 2003 pelo Bradesco.

Título: Bancário é reintegrado ao Bradesco em Campos dos Goytacazes, Conteúdo: Demitido em abril deste ano pelo Bradesco, Rodrigo Aquino Moreira de Sá retornou ao trabalho na tarde desta quarta-feira, 19. Ele adquiriu doença ocupacional durante os 19 anos de carreira como bancário e foi reintegrado por meio de ação movida pelo Sindicato dos Bancários de Campos dos Goytacazes e Região (RJ). Rodrigo está de volta à mesma agência onde atuava: a 2850, na Pelinca, um dos centros financeiros de Campos, e também vai exercer o mesmo cargo, o de assistente administrativo. Formado em administração de empresas, Rodrigo tem 45 anos e dois filhos. Ele conta que foram meses difíceis, mas que é grato por ter recebido o que considera um presente de Natal. Não podia ter notícia melhor neste fim de ano e agradeço muito ao sindicato, ao jurídico, pelo apoio e pela luta, diz o bancário, que começou a trabalhar no banco espanhol Bilbao Vizcaya (BBV), comprado em 2003 pelo Bradesco.



Informativo CUT RJ

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.