Bancários de Campos dos Goytacazes (RJ) fazem ato no centro da cidade

Escrito por: Bancários de Campos dos Goytacazes • Publicado em: 28/06/2017 - 18:06 • Última modificação: 03/07/2017 - 11:51 Escrito por: Bancários de Campos dos Goytacazes Publicado em: 28/06/2017 - 18:06 Última modificação: 03/07/2017 - 11:51

Bancários de Campos dos Goytacazes

O Sindicato dos Bancários de Campos dos Goytacazes (RJ) e Região realizou na manhã desta quarta-feira, 28, uma caminhada no centro financeiro da cidade em protesto contra as reformas do governo federal e contra o desmonte dos serviços públicos provocado pelo governo estadual. Além do enterro simbólico do presidente Michel Temer e do governador Luiz Fernando Pezão, os bancários levaram para as ruas, com direito a banda de música tocando marcha fúnebre, um boneco simbolizando os dois políticos e os banqueiros do país.
A mobilização, que tem sido feita na cidade de forma permanente pelo Sindicato, reafirmou a participação da categoria na greve geral desta sexta-feira, 30. "Não vamos nos calar enquanto este governo ilegítimo continuar investindo para retirar direitos dos trabalhadores e é muito importante, no Estado do Rio, que denunciemos também o que o governo Pezão está fazendo, o atraso constante nos salários dos servidores", disse o presidente eleito do Sindicato, Rafanele Alves.

Título: Bancários de Campos dos Goytacazes (RJ) fazem ato no centro da cidade, Conteúdo: O Sindicato dos Bancários de Campos dos Goytacazes (RJ) e Região realizou na manhã desta quarta-feira, 28, uma caminhada no centro financeiro da cidade em protesto contra as reformas do governo federal e contra o desmonte dos serviços públicos provocado pelo governo estadual. Além do enterro simbólico do presidente Michel Temer e do governador Luiz Fernando Pezão, os bancários levaram para as ruas, com direito a banda de música tocando marcha fúnebre, um boneco simbolizando os dois políticos e os banqueiros do país. A mobilização, que tem sido feita na cidade de forma permanente pelo Sindicato, reafirmou a participação da categoria na greve geral desta sexta-feira, 30. Não vamos nos calar enquanto este governo ilegítimo continuar investindo para retirar direitos dos trabalhadores e é muito importante, no Estado do Rio, que denunciemos também o que o governo Pezão está fazendo, o atraso constante nos salários dos servidores, disse o presidente eleito do Sindicato, Rafanele Alves.



Informativo CUT RJ

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.