Bancários de Campos fecham agência do Itaú por falta de ar condicionado

Escrito por: Bancários de Campos dos Goytacazes • Publicado em: 19/03/2018 - 21:23 Escrito por: Bancários de Campos dos Goytacazes Publicado em: 19/03/2018 - 21:23

Bancários de Campos

A agência 6865 do Itaú, na esquina das ruas 21 de Abril com Andradas, no Centro de Campos dos Goytacazes (RJ), foi fechada nesta segunda-feira, 19, pelo Sindicato dos Bancários, por conta de um defeito no ar condicionado. A entidade entrou em contato com a gerência na semana passada e cobrou providências, mas o reparo não foi providenciado. Com o calor que tem feito na cidade o ambiente está sem condições de funcionamento, prejudicando funcionários e clientes. Enquanto não for feito o conserto a agência não vai abrir as portas.

Dirigentes do Sindicato chegaram cedo à agência, antes do horário de abertura, e colaram cartazes na porta para explicar aos clientes o motivo do fechamento. Eles estão orientando cada pessoa que chega a se dirigir a outras agências próximas.

— Assim que recebemos as denúncias nós procuramos a agência, conversamos com a gerência, e a resposta foi para esperarmos. Isso não existe. É um reparo simples. O que vão dizer? Que o Itaú não tem dinheiro? O Itaú que fechou o ano passado com um lucro de R$ 24 bilhões não pode providenciar o conserto de um aparelho de ar condicionado? — questionou o presidente do Sindicato dos Bancários de Campos dos Goytacazes e Região, Rafanele Alves Pereira.

Título: Bancários de Campos fecham agência do Itaú por falta de ar condicionado, Conteúdo: A agência 6865 do Itaú, na esquina das ruas 21 de Abril com Andradas, no Centro de Campos dos Goytacazes (RJ), foi fechada nesta segunda-feira, 19, pelo Sindicato dos Bancários, por conta de um defeito no ar condicionado. A entidade entrou em contato com a gerência na semana passada e cobrou providências, mas o reparo não foi providenciado. Com o calor que tem feito na cidade o ambiente está sem condições de funcionamento, prejudicando funcionários e clientes. Enquanto não for feito o conserto a agência não vai abrir as portas. Dirigentes do Sindicato chegaram cedo à agência, antes do horário de abertura, e colaram cartazes na porta para explicar aos clientes o motivo do fechamento. Eles estão orientando cada pessoa que chega a se dirigir a outras agências próximas. — Assim que recebemos as denúncias nós procuramos a agência, conversamos com a gerência, e a resposta foi para esperarmos. Isso não existe. É um reparo simples. O que vão dizer? Que o Itaú não tem dinheiro? O Itaú que fechou o ano passado com um lucro de R$ 24 bilhões não pode providenciar o conserto de um aparelho de ar condicionado? — questionou o presidente do Sindicato dos Bancários de Campos dos Goytacazes e Região, Rafanele Alves Pereira.



Informativo CUT RJ

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.