Bancários iniciam campanha salarial com medalhas irônicas no Boulevard Olímpico

Caminhada que se iniciará às 16 horas ira carregar medalhas gigantes dos banqueiros para premiar modalidades como "Assédio Moral", "Exploração e "Demissões".

Escrito por: Bancários Rio • Publicado em: 12/08/2016 - 17:24 Escrito por: Bancários Rio Publicado em: 12/08/2016 - 17:24

Arquivo

O Sindicato dos Bancários lança nesta terça-feira (16), a Campanha Nacional 2016, com passeata do Boulevard Olímpico até a Praça XV, na região do Porto Maravilha.

Como já é tradição, a Cia Emergência Teatral preparou performances inspiradas nos Jogos Olímpicos para animar a atividade. Cinco atores conduzirão gigantescas medalhas de ouro, que, a serem entregues aos banqueiros campeões de Demissão, Exploração e Assédio Moral. Como também não poderia deixar de ter, o presidente golpista Michel Temer será alvo de críticas.

Já os bancários receberão medalhas nas categorias Luta, Resistência e União, como heróis que constroem os lucros astronômicos dos bancos e reivindicam a contrapartida na campanha salarial.

Com data-base em 1º de setembro, os bancários lutam por reajuste salarial de 14,78% (inflação do período mais aumento real de 5%), PLR de três salários mais R$8.317,90, piso de R$3.940,24 (mínimo do Dieese), melhores condições de trabalho com o fim das metas abusivas e do assédio moral, entre outras reivindicações. A primeira rodada de negociação com a Fenaban está marcada para os próximos dias 18 e 19, em São Paulo.

Título: Bancários iniciam campanha salarial com medalhas irônicas no Boulevard Olímpico, Conteúdo: O Sindicato dos Bancários lança nesta terça-feira (16), a Campanha Nacional 2016, com passeata do Boulevard Olímpico até a Praça XV, na região do Porto Maravilha. Como já é tradição, a Cia Emergência Teatral preparou performances inspiradas nos Jogos Olímpicos para animar a atividade. Cinco atores conduzirão gigantescas medalhas de ouro, que, a serem entregues aos banqueiros campeões de Demissão, Exploração e Assédio Moral. Como também não poderia deixar de ter, o presidente golpista Michel Temer será alvo de críticas. Já os bancários receberão medalhas nas categorias Luta, Resistência e União, como heróis que constroem os lucros astronômicos dos bancos e reivindicam a contrapartida na campanha salarial. Com data-base em 1º de setembro, os bancários lutam por reajuste salarial de 14,78% (inflação do período mais aumento real de 5%), PLR de três salários mais R$8.317,90, piso de R$3.940,24 (mínimo do Dieese), melhores condições de trabalho com o fim das metas abusivas e do assédio moral, entre outras reivindicações. A primeira rodada de negociação com a Fenaban está marcada para os próximos dias 18 e 19, em São Paulo.



Informativo CUT RJ

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.