Batendo Ponto - 15ª Edição | 13/01 a 19/01

Confira as notícias da semana!

Escrito por: CUT RJ • Publicado em: 19/01/2017 - 19:07 • Última modificação: 19/01/2017 - 19:59 Escrito por: CUT RJ Publicado em: 19/01/2017 - 19:07 Última modificação: 19/01/2017 - 19:59

CUT RJ

Milhares abraçam a UERJ na luta contra o desmonte

Milhares de pessoas foram até o campus dá UERJ Maracanã para abraçar o prédio dá universidade. O Sinpro-Rio e a CUT Rio estiveram presentes, apoiando os trabalhadores em greve.

Leia mais

 

Sindipetro-NF realiza hoje "face-to-face" online com a categoria

A diretoria do Sindipetro-NF realiza hoje em sua página no facebook um "face to face" sobre as negociações do termo Aditivo do Acordo. A transmissão será às 20h, quando diretores estarão ao vivo para responder questionamentos da categoria. 

Leia mais

 

Previsto na "PEC do Teto", vedar reajuste do salário de servidor é inconstitucional

A pretexto de reverter o déficit das contas públicas, o governo federal elaborou a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241/2016, também conhecida como “PEC do Teto”, já aprovada na Câmara dos Deputados e teve seu relatório recentemente acatado pelo Senado, onde tramita sob o título de PEC 55/2016.

Essa proposta tem inúmeras inconsistências e não consegue explicar como vai manter os salários sem o aumento de gastos.

Leia mais

 

Para ministro do TST, terceirização faz de pessoas mercadorias

Ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST) desde 2006, Luiz Philippe Vieira de Mello Filho, mineiro de Belo Horizonte, 55 anos, é uma das vozes críticas do Judiciário às ideias de flexibilização da legislação. Considera "falácia" a afirmação de que mexer nas leis criaria condições para o crescimento e a criação de empregos. "Qual é a base empírica dessa informação? Nenhuma, zero", reage. Também critica o projeto de terceirização (PLC 30) prestes a ser votado no Senado. "Rompe a lógica do Direito do Trabalho, porque diz que o ser humano passa a ser mercadoria."

Leia mais

 

Desafio é organizar a resistência contra os ataques aos direitos

Em 17 de janeiro de 1930, há 87 anos, era fundado o Sindicato dos Bancários, inicialmente com o nome de Federação dos Bancários do Brasil, com sede na Avenida Rio Branco, 151. O Rio de Janeiro era a capital federal. Nascia ali, uma das mais importantes entidades sindicais do país, sempre à frente de grandes lutas específicas da categoria e também das mobilizações mais gerais dos trabalhadores.

Leia mais

Título: Batendo Ponto - 15ª Edição | 13/01 a 19/01, Conteúdo: Milhares abraçam a UERJ na luta contra o desmonte Milhares de pessoas foram até o campus dá UERJ Maracanã para abraçar o prédio dá universidade. O Sinpro-Rio e a CUT Rio estiveram presentes, apoiando os trabalhadores em greve. Leia mais   Sindipetro-NF realiza hoje face-to-face online com a categoria A diretoria do Sindipetro-NF realiza hoje em sua página no facebook um face to face sobre as negociações do termo Aditivo do Acordo. A transmissão será às 20h, quando diretores estarão ao vivo para responder questionamentos da categoria.  Leia mais   Previsto na PEC do Teto, vedar reajuste do salário de servidor é inconstitucional A pretexto de reverter o déficit das contas públicas, o governo federal elaborou a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241/2016, também conhecida como “PEC do Teto”, já aprovada na Câmara dos Deputados e teve seu relatório recentemente acatado pelo Senado, onde tramita sob o título de PEC 55/2016. Essa proposta tem inúmeras inconsistências e não consegue explicar como vai manter os salários sem o aumento de gastos. Leia mais   Para ministro do TST, terceirização faz de pessoas mercadorias Ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST) desde 2006, Luiz Philippe Vieira de Mello Filho, mineiro de Belo Horizonte, 55 anos, é uma das vozes críticas do Judiciário às ideias de flexibilização da legislação. Considera falácia a afirmação de que mexer nas leis criaria condições para o crescimento e a criação de empregos. Qual é a base empírica dessa informação? Nenhuma, zero, reage. Também critica o projeto de terceirização (PLC 30) prestes a ser votado no Senado. Rompe a lógica do Direito do Trabalho, porque diz que o ser humano passa a ser mercadoria. Leia mais   Desafio é organizar a resistência contra os ataques aos direitos Em 17 de janeiro de 1930, há 87 anos, era fundado o Sindicato dos Bancários, inicialmente com o nome de Federação dos Bancários do Brasil, com sede na Avenida Rio Branco, 151. O Rio de Janeiro era a capital federal. Nascia ali, uma das mais importantes entidades sindicais do país, sempre à frente de grandes lutas específicas da categoria e também das mobilizações mais gerais dos trabalhadores. Leia mais



Informativo CUT RJ

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.