CUT Rio abre portas para o Estágio em Movimentos Sociais do Sinpro-Rio

Estudantes, professores e militantes tiveram a chance de conhecer mais da história cutista

Escrito por: CUT Rio • Publicado em: 09/06/2017 - 17:31 • Última modificação: 09/06/2017 - 17:40 Escrito por: CUT Rio Publicado em: 09/06/2017 - 17:31 Última modificação: 09/06/2017 - 17:40

CUT Rio

A CUT Rio, manteve sua política de estar sempre disponível para reuniões progressistas e recebeu nesta sexta-feira (09) o Estágio em Movimentos Sociais do Sinpro-Rio.

Durante o encontro, diretores da CUT exibiram documentários sobre a Fundação da Central e ouviram dúvidas sobre os processos históricos que levaram ao cenário atual dos movimentos sociais brasileiros. 

Com presença da Secretaria de Formação e da Secretaria de Comunicação, foram expostos os métodos e históricos das fileiras cutitas através dos tempos, até o modelo atual de organização nos sindicatos, nas ruas e nas redes. O contato direto com a classe trabalhadora é fundamental e tem que ser constante. 

"Encher as ruas em movimentos pela democracia é extremamente importante, mas temos que manter a formação política sobre os processos. A maior arma que temos contra a ignorância raivosa é o conhecimento." disse Duda Quiroga, Secretária de Comunicação da CUT e diretora do Sinpro-Rio

Título: CUT Rio abre portas para o Estágio em Movimentos Sociais do Sinpro-Rio, Conteúdo: A CUT Rio, manteve sua política de estar sempre disponível para reuniões progressistas e recebeu nesta sexta-feira (09) o Estágio em Movimentos Sociais do Sinpro-Rio. Durante o encontro, diretores da CUT exibiram documentários sobre a Fundação da Central e ouviram dúvidas sobre os processos históricos que levaram ao cenário atual dos movimentos sociais brasileiros.  Com presença da Secretaria de Formação e da Secretaria de Comunicação, foram expostos os métodos e históricos das fileiras cutitas através dos tempos, até o modelo atual de organização nos sindicatos, nas ruas e nas redes. O contato direto com a classe trabalhadora é fundamental e tem que ser constante.  Encher as ruas em movimentos pela democracia é extremamente importante, mas temos que manter a formação política sobre os processos. A maior arma que temos contra a ignorância raivosa é o conhecimento. disse Duda Quiroga, Secretária de Comunicação da CUT e diretora do Sinpro-Rio



Informativo CUT RJ

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.