Petroleiros oficializam greve por tempo indeterminado

Sindicatos filiados à FUP farão novas assembleias para ratificar os indicativos

Escrito por: FUP • Publicado em: 02/09/2015 - 18:39 Escrito por: FUP Publicado em: 02/09/2015 - 18:39

FUP

Nesta terça-feira, 01, a FUP protocolou na sede da Petrobrás no Rio de Janeiro, o comunicado oficial de greve por tempo indeterminado, que será deflagrada a partir do dia 04 de setembro, em todas as unidades administrativas e operacionais da empresa, assim como nas instalações da Transpetro.

Os indicativos de "estado de greve" e "assembleia permanente", deliberados pela FUP e seus sindicatos durante a 5ª Plenafup, foram aprovados em assembleias pelos trabalhadores do Sistema Petrobrás, realizadas entre os dias 07 e 23 de julho, período que antecedeu a greve de advertência realizada durante 24h, em todo o Sistema Petrobrás, no dia 24/07. Os Sindicatos filiados à FUP farão novas assembleias para ratificar os indicativos. 

A nova greve dos petroleiros ocorrerá em protesto ao novo Plano de Negócios da Petrobrás, que representa um verdadeiro desmonte da empresa, cujos impactos já estão ocorrendo em várias unidades do país, com milhares de demissões de trabalhadores terceirizados e cortes em despesas, que colocam em risco conquistas históricas da categoria. Além disso, os gestores da Petrobrás já deram início à venda de ativos estratégicos, como parte da BR Distribuidora e a reestruturação da malha de gasodutos. Para reverter esses ataques, os trabalhadores que não fogem à luta e já estão acostumados a enfrentar este tipo de batalha, responderão com greve.

Título: Petroleiros oficializam greve por tempo indeterminado, Conteúdo: Nesta terça-feira, 01, a FUP protocolou na sede da Petrobrás no Rio de Janeiro, o comunicado oficial de greve por tempo indeterminado, que será deflagrada a partir do dia 04 de setembro, em todas as unidades administrativas e operacionais da empresa, assim como nas instalações da Transpetro. Os indicativos de estado de greve e assembleia permanente, deliberados pela FUP e seus sindicatos durante a 5ª Plenafup, foram aprovados em assembleias pelos trabalhadores do Sistema Petrobrás, realizadas entre os dias 07 e 23 de julho, período que antecedeu a greve de advertência realizada durante 24h, em todo o Sistema Petrobrás, no dia 24/07. Os Sindicatos filiados à FUP farão novas assembleias para ratificar os indicativos.  A nova greve dos petroleiros ocorrerá em protesto ao novo Plano de Negócios da Petrobrás, que representa um verdadeiro desmonte da empresa, cujos impactos já estão ocorrendo em várias unidades do país, com milhares de demissões de trabalhadores terceirizados e cortes em despesas, que colocam em risco conquistas históricas da categoria. Além disso, os gestores da Petrobrás já deram início à venda de ativos estratégicos, como parte da BR Distribuidora e a reestruturação da malha de gasodutos. Para reverter esses ataques, os trabalhadores que não fogem à luta e já estão acostumados a enfrentar este tipo de batalha, responderão com greve.



Informativo CUT RJ

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.