Sindicato dos Bancários de Campos comemora 82 anos

Escrito por: Bancários de Campos dos Goytacazes • Publicado em: 18/01/2018 - 18:13 Escrito por: Bancários de Campos dos Goytacazes Publicado em: 18/01/2018 - 18:13

Foto: Duda Quiroga

O Sindicato dos Bancários de Campos dos Goytacazes e Região comemora 82 anos no dia 22 de janeiro deste ano. A entidade representa a categoria nos municípios de Campos, São João da Barra, São Fidélis, Italva, Itaocara, São Francisco de Itabapoana, Cardoso Moreira e Aperibé e, ao longo de sua história, tem se destacado nas lutas em defesa dos bancários e bancárias e de toda a classe trabalhadora.

Em tempos de retrocesso nas conquistas, o Sindicato tem atuado na mobilização junto à base e à sociedade, por meio das atividades nas ruas e do debate democrático, com o objetivo de impedir que o governo Temer avance na agenda de desmonte dos direitos dos trabalhadores.

— São mais de 80 anos de muita luta dos companheiros e companheiras que dedicaram suas vidas ao movimento sindical, à defesa de uma sociedade mais justa, e é esse legado que nos motiva a continuar o trabalho — afirma o presidente do Sindicato, Rafanele Alves Pereira.

O Sindicato comemora o aniversário nesta sexta-feira, 19, às 19h, na Sede Social (Rua Marechal Floriano, 129/133). Serão inauguradas novas salas e haverá homenagens a companheiros que ajudaram a construir a história da entidade. Em seguida haverá show com os cantores João Mineiro e Paduano, funcionários da Caixa. Segunda-feira, 22, haverá missa na Catedral de São Salvador, às 12h.

História - A primeira sede social do Sindicato dos Bancários funcionou na Rua 13 de Maio, no Centro de Campos, nos altos do antigo Instituto de Aposentadoria e Pensão dos Bancários (IAPB), onde hoje funciona uma agência do INSS. Durante a década de 50, o ex-prefeito José Alves de Azevedo doou o terreno para a construção da atual sede, na Rua Marechal Floriano.

Durante os anos de chumbo, a atuação da entidade contra a repressão teve papel de destaque. A mudança de sede aconteceu em 1968, às pressas, já que o regime militar expulsou o Sindicato da antiga sede. Na ocasião, o presidente era Jorge Tâmega, que posteriormente foi cassado e preso juntamente com Jacy Barbeto, do Sindicato dos Ferroviários, e Helson Oliveira, do Saneamento, em razão da atuação política em defesa dos trabalhadores. Muitos dos documentos que poderiam servir de testemunho deste momento da história acabaram queimados durante a ditadura.

Hoje, além da sede social, o Sindicato dos Bancários também possui uma sede campestre, na avenida Alberto Lamego, próximo ao Cepop, onde desenvolve atividades esportivas e de lazer. O espaço também recebe não bancários como sócios e é alugado para eventos. Além de lutar pelos direitos dos trabalhadores, o Sindicato também oferece serviços de assistência odontológica e jurídica aos sindicalizados e tem trabalhado para estar mais próximo de todos os bancários e bancárias da região.

Título: Sindicato dos Bancários de Campos comemora 82 anos, Conteúdo: O Sindicato dos Bancários de Campos dos Goytacazes e Região comemora 82 anos no dia 22 de janeiro deste ano. A entidade representa a categoria nos municípios de Campos, São João da Barra, São Fidélis, Italva, Itaocara, São Francisco de Itabapoana, Cardoso Moreira e Aperibé e, ao longo de sua história, tem se destacado nas lutas em defesa dos bancários e bancárias e de toda a classe trabalhadora. Em tempos de retrocesso nas conquistas, o Sindicato tem atuado na mobilização junto à base e à sociedade, por meio das atividades nas ruas e do debate democrático, com o objetivo de impedir que o governo Temer avance na agenda de desmonte dos direitos dos trabalhadores. — São mais de 80 anos de muita luta dos companheiros e companheiras que dedicaram suas vidas ao movimento sindical, à defesa de uma sociedade mais justa, e é esse legado que nos motiva a continuar o trabalho — afirma o presidente do Sindicato, Rafanele Alves Pereira. O Sindicato comemora o aniversário nesta sexta-feira, 19, às 19h, na Sede Social (Rua Marechal Floriano, 129/133). Serão inauguradas novas salas e haverá homenagens a companheiros que ajudaram a construir a história da entidade. Em seguida haverá show com os cantores João Mineiro e Paduano, funcionários da Caixa. Segunda-feira, 22, haverá missa na Catedral de São Salvador, às 12h. História - A primeira sede social do Sindicato dos Bancários funcionou na Rua 13 de Maio, no Centro de Campos, nos altos do antigo Instituto de Aposentadoria e Pensão dos Bancários (IAPB), onde hoje funciona uma agência do INSS. Durante a década de 50, o ex-prefeito José Alves de Azevedo doou o terreno para a construção da atual sede, na Rua Marechal Floriano. Durante os anos de chumbo, a atuação da entidade contra a repressão teve papel de destaque. A mudança de sede aconteceu em 1968, às pressas, já que o regime militar expulsou o Sindicato da antiga sede. Na ocasião, o presidente era Jorge Tâmega, que posteriormente foi cassado e preso juntamente com Jacy Barbeto, do Sindicato dos Ferroviários, e Helson Oliveira, do Saneamento, em razão da atuação política em defesa dos trabalhadores. Muitos dos documentos que poderiam servir de testemunho deste momento da história acabaram queimados durante a ditadura. Hoje, além da sede social, o Sindicato dos Bancários também possui uma sede campestre, na avenida Alberto Lamego, próximo ao Cepop, onde desenvolve atividades esportivas e de lazer. O espaço também recebe não bancários como sócios e é alugado para eventos. Além de lutar pelos direitos dos trabalhadores, o Sindicato também oferece serviços de assistência odontológica e jurídica aos sindicalizados e tem trabalhado para estar mais próximo de todos os bancários e bancárias da região.



Informativo CUT RJ

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.