Sindicato dos Moedeiros faz ato no Centro do Rio

Na tarde desta quinta-feira (14), a CUT, CTB e o Sindicato dos Moedeiros protestaram na altura do Ministério do Trabalho contra os ataques que a Casa da Moeda vem sofrendo.

Escrito por: CUT Rio • Publicado em: 14/07/2016 - 23:32 Escrito por: CUT Rio Publicado em: 14/07/2016 - 23:32

Sergio Henrique

Trabalhadores da Casa da Moeda se reuniram em ato para denunciar a situação que a atual diretoria impõe aos moedeiros e defender aqueles que zelam pela segurança dos selos oficiais de documentos, impostos, papeis oficiais, cédulas e moedas. 

Em ataque conjunto com a mídia, a direção da empresa joga sobre os trabalhadores a culpa pelo atraso na entrega da produção de passaportes, item de produção exclusiva. A verdade oculta é a negligência que segue em ignorar os constantes avisos das equipes técnicas acerca da precariedade das máquinas e defasagem nos procedimentos de manutenção.

A receita é conhecida e tem claro objetivo: Precarizar para privatizar.

"Tirem suas garras da Casa da Moeda. Essa diretoria que está na Casa da Moeda tem que cair. Eles querem privatizar e fazem a mesma operação na Caixa onde eu trabalho." - disse Marcelinho, presidente da CUT Rio, no carro de som em frente ao Ministério da Fazenda.

A mesma situação está acontecendo em outras estatais em um grande movimento para vender o patrimônio público brasileiro. Os moedeiros estão alertas para a tática que já foi empregada muitas vezes na década de 1990 e parece ter entrado novamente em moda. A CUT Rio segue acompanhando a situação e promete mobilizações caso o governo golpista vire sua sanha privatizadora para cima deste bem do povo.

 

Título: Sindicato dos Moedeiros faz ato no Centro do Rio, Conteúdo: Trabalhadores da Casa da Moeda se reuniram em ato para denunciar a situação que a atual diretoria impõe aos moedeiros e defender aqueles que zelam pela segurança dos selos oficiais de documentos, impostos, papeis oficiais, cédulas e moedas.  Em ataque conjunto com a mídia, a direção da empresa joga sobre os trabalhadores a culpa pelo atraso na entrega da produção de passaportes, item de produção exclusiva. A verdade oculta é a negligência que segue em ignorar os constantes avisos das equipes técnicas acerca da precariedade das máquinas e defasagem nos procedimentos de manutenção. A receita é conhecida e tem claro objetivo: Precarizar para privatizar. Tirem suas garras da Casa da Moeda. Essa diretoria que está na Casa da Moeda tem que cair. Eles querem privatizar e fazem a mesma operação na Caixa onde eu trabalho. - disse Marcelinho, presidente da CUT Rio, no carro de som em frente ao Ministério da Fazenda. A mesma situação está acontecendo em outras estatais em um grande movimento para vender o patrimônio público brasileiro. Os moedeiros estão alertas para a tática que já foi empregada muitas vezes na década de 1990 e parece ter entrado novamente em moda. A CUT Rio segue acompanhando a situação e promete mobilizações caso o governo golpista vire sua sanha privatizadora para cima deste bem do povo.  



Informativo CUT RJ

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.