Sobre as espetaculosas prisões de ex-dirigentes da Central Única dos Trabalhadores

Escrito por: CUT Rio • Publicado em: 13/04/2018 - 14:52 Escrito por: CUT Rio Publicado em: 13/04/2018 - 14:52

Defendemos a apuração e investigação de quaisquer pessoas e esperamos superar essa fase de golpe para que TODOS e TODAS sejam iguais perante a lei, porém o que vemos no momento é uma justiça parcial que escolhe o que é quando apura de acordo com conveniências político-partidárias. Não aceitaremos investigações por conveniência e prisões por ilações.

As operações da Polícia Federal transformaram -se em um grotesco espetáculo para agradar a Rede Globo e os outros conglomerados da indústria midiática, onde antes de obter provas e concluir processos as pessoas são expostas em um circo midiático e suas vidas e famílias igualmente expostas. Se provada sua inocência, como no caso do também ex-dirigente sindical Luiz Gushiken, que faleceu condenado pela mídia e inocentado pela justiça, quem compensará seu legado que fora atacado pelos abutres golpistas da mídia ?!

Após o presidente Lula entregar-se para cumprir a determinação do juizeco de Curitiba e, nos braços do povo trabalhador, apresentar-se a Polícia Federal, uma nova ofensiva do judiciário golpista se impõe, com mais prisões arbitrárias de pessoas ligadas a um partido político, com a clara intenção de promover o desgaste desse partido e interferir diretamente nas eleições de 2018.

É preciso que as forças democráticas e que defendem o Estado de Direito, as garantias individuais liberais burguesas e a Constituição tenham clareza da necessidade urgente de se reestabelecer um mínimo de democracia no Brasil.


Marcelinho
Presidente CUT Rio

#LulaLivre
#SomosFortes
#SomosCUT
#DesligaGlobo

Título: Sobre as espetaculosas prisões de ex-dirigentes da Central Única dos Trabalhadores, Conteúdo: Defendemos a apuração e investigação de quaisquer pessoas e esperamos superar essa fase de golpe para que TODOS e TODAS sejam iguais perante a lei, porém o que vemos no momento é uma justiça parcial que escolhe o que é quando apura de acordo com conveniências político-partidárias. Não aceitaremos investigações por conveniência e prisões por ilações. As operações da Polícia Federal transformaram -se em um grotesco espetáculo para agradar a Rede Globo e os outros conglomerados da indústria midiática, onde antes de obter provas e concluir processos as pessoas são expostas em um circo midiático e suas vidas e famílias igualmente expostas. Se provada sua inocência, como no caso do também ex-dirigente sindical Luiz Gushiken, que faleceu condenado pela mídia e inocentado pela justiça, quem compensará seu legado que fora atacado pelos abutres golpistas da mídia ?! Após o presidente Lula entregar-se para cumprir a determinação do juizeco de Curitiba e, nos braços do povo trabalhador, apresentar-se a Polícia Federal, uma nova ofensiva do judiciário golpista se impõe, com mais prisões arbitrárias de pessoas ligadas a um partido político, com a clara intenção de promover o desgaste desse partido e interferir diretamente nas eleições de 2018. É preciso que as forças democráticas e que defendem o Estado de Direito, as garantias individuais liberais burguesas e a Constituição tenham clareza da necessidade urgente de se reestabelecer um mínimo de democracia no Brasil. Marcelinho Presidente CUT Rio #LulaLivre #SomosFortes #SomosCUT #DesligaGlobo



Informativo CUT RJ

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.